17 de abr de 2011

Crueldade: Arezzo vende echarpe de pelo de raposa

Não bastasse a quantidade enorme de couro em suas peças, a Arezzo lançou uma echarpe de pelo de raposas que ela está vendendo por R$1.549,00.

E não é só raposa que está sendo assassinada pelo produto. Ele também contem lã e cashemere, um material originado nos caprinos. Enquanto muitas empresas tem convergido para o caminho da sustentabilidade e compaixão, a Arezzo dá um passo atrás com a introdução deste produto cruel e anacrônico.

Os animais assassinados por sua pele são animais livres capturados em armadilhas cujos mecanismos são reminiscentes de equipamento de tortura medieval. Muitos morrem de infecções ou comem seus próprios membros em uma tentativa desesperada de escapar.

Boicote a Arezzo. Empresas que vendem peles de animais não merecem um centavo do consumidor ético.
Postar um comentário