8 de mai. de 2021

Curry de grão de bico

 Uma receita de encher a boca d'água.


Uma receita fácil, cheia de sabor e que pode ser adaptada para qualquer quantidade de pessoas, ou seja, ideal para receber pessoas para um jantar ou almoço, quando isso for seguro de novo.

Os ingredientes são:

  1. 1 colher de sopa de óleo vegetal
  2.  2 dentes de alho picados
  3. 1 cebola grande cortada em pedaços pequenos
  4. 1/4 de colher de chá de sementes de cominho ou em pó
  5. 1 colher cheia de cúrcuma em pó
  6. 1 colher de chá de páprica doce
  7. 1 colher e 1/2 de sal
  8. 1/2 colher de chá de pimenta picante ou em pó
  9. 1/2 xícara de tomates picados (frescos ou de lata)
  10. 4 xícaras de florete de couve flor
  11. 1 pimentão vermelho cortado em cubos pequenos
  12. 2 xícaras de grão de bico
  13. 500 ml de leite de coco culinário
  14. Salsinha
Preparo:
  1. Numa frigideira grande, aqueça o óleo e doure o alho e cebola por dois minutos. Em seguida acrescente os temperos: sementes de cominho, cúrcuma, páprica doce, sal e pimenta picantes. Frite por mais 1-2 minutos.
  2. Junte os tomates picados, refogue por mais um minuto. Em seguida acrescente a couve-flor, pimentão, grão de bico e leite de coco. Misture bem, tampe e deixe refogar por 10 minutos em fogo baixo, mexendo de vez em quando.
  3. Depois de 10 minutos, verifique se a couve flor está macia. Acrescente a salsinha.
  4. Sirva quente com arroz integral ou branco, ou ainda pão árabe.

7 de mai. de 2021

Carne é sofrimento

 


29 de abr. de 2021

Gunda, um documentário

Produzido por Joaquin Phoenix e dirigido por Victor Kossakovsky, Gunda é um documentário poético e sensorial que mostra a vida de uma porca e seus filhotes, um grupo de galinhas e um rebanho de vacas com intimidade e curiosidade. O filme, através da proximidade que cria com os sujeitos retratados, nos convida a refletir sobre a senciência animal e analisar o papel da humanidade em sua relação com outros seres.



22 de abr. de 2021

Dia da Terra 2021

Vou começar esse post com muita franqueza. Eu me sinto patético em falar do Dia da Terra sendo parte de uma sociedade doente, que destrói sua própria casa e faz do planeta um inferno para os outros seres, tudo isso em nome de um estilo de vida vazio, materialista e sem sentido. Sim, a medida que avançamos rumo ao precipício, o buraco existencial somente alarga.

Hoje na imprensa se fala da Conferência do Clima e o Brasil oferece nazistas desmatadores e milicianos como representantes. É uma situação surreal e absurda. Por sorte, os representantes de outros países sabem com que tipo de marginal estão lidando.

Enquanto isso, os oceanos se tornam depósitos de lixo, a vida marinha desaparece, os corais são depredados e tem gente ainda que defende consumo de peixe usando o discurso da pobreza. A Amazônia está sendo destruída e com ela, milhões, talvez bilhões de animais perdem seus habitats. É desolador demais.

Então, nesse Dia da Terra a única coisa que dizer é o que digo há muitos anos. Se você se preocupa com o planeta, torne-se vegano. Consuma menos. Apoie agricultura orgânica. Evite plástico. E votem em políticos progressistas com uma pauta ambiental séria. Nunca vote em políticos de direita, eles cultivam a morte (dinheiro).





17 de abr. de 2021

Nova Zelândia prestes a abolir carga viva

Depois de ter dado exemplo para o mundo no combate a pandemia do coronavírus, a Nova Zelândia agora anuncia que deve pôr um fim ao horror do transporte de cargas, que submete animais a forma mais cruel de tortura: a viagem em longa distância em navios mal estruturados para chegar a um destino de mais horrores.

A informação vem do website 1News, que teve acesso à informações sobre a medida. Atualmente existe um embargo de carga viva, mas a ideia era retomar (o que o lobby do agronegócio neozelandês quer) mas, ao que tudo indica, o governo pretende interromper de vez essa atrocidade.

Essas exportações correspondem a uma fração insignificante da receita de exportação de primários daquele país, portanto é possível que, por não ter incentivo econômico, o país barre de vez essa monstrosidade.

Enquanto isso no Brasil, um número cada vez maior de animais é despachado em jornadas de dor e medo até países onde o tratamento de animais é ainda pior. Assine esta petição pelo fim da carga viva no Brasil.

7 de abr. de 2021

Curso online sobre ética animal

Inscrições: 05 a 30 de abril de 2021 Convidamos todxs a participarem do curso de extensão em ética animal "Uma introdução ao debate sobre a consideração moral dos animais não humanos". O curso, ministrado pelo professor Doutor Luciano Carlos Cunha constitui uma parceria entre o Grupo de Pesquisa, Ensino e Extensão em Ética Animal da Universidade Federal de Uberlândia e a organização Ética Animal. 


Com formato totalmente online, o curso contará com aulas assíncronas, por meio de videoaulas pré-gravadas e textos de apoio, e encontros sincrônicos, que serão ministrados pelo professor Luciano . 

O curso visa introduzir as questões centrais em ética animal, tanto as questões clássicas quanto o que vêm sendo discutido na atualidade. O objetivo é que os estudantes compreendam os principais argumentos em discussão sobre esse tema e consigam avaliá-los criticamente, consigam entender os conceitos centrais e discernir as posições divergentes, e tenham uma noção básica de como as principais teorias da ética normativa abordam a questão dos animais não humanos. 

Período de realização do curso: Início - 03 de maio de 2021 Término - 30 de junho de 2021 

Link para inscrição no curso. Em caso de dúvidas, enviar mensagem para: etica.animal.ufu@gmail.com

Vídeo mostra o fim triste e indigno das vacas leiteiras

Se você toma leite de vaca, veja este vídeo. Este é o destino das vacas leiteiras. #sejavegano

Publicado por Lobo Pasolini em Quarta-feira, 7 de abril de 2021