8 de jun de 2010

Religião e ética


Em relação ao episódio com o oficial da Malásia que disse que deus criou os animais para ser testados como justificativa da criação de um laboratório de tortura e morte de animais em seu país, o filósofo Peter Singer escreveu o seguinte no jornal inglês The Guardian:

“O que se dizer da empresa indiana Vivo Biosciences Inc, que se aproveita de ignorância religiosa, na qual seus cientistas provavelmente não acreditam, para ganhar a aprovação de uma empreitada de £97 milhões [R$230m]. Será que a empresa vai se pôr ao lado da ciência e rejeitar a defesa do ministro do seu projeto? Provavelmente não. O comentário do ministro é mais uma ilustração da influência geralmente regressiva que a religião exerce em questões éticas – seja no que diz respeito à questões feministas, sexualidade, eutanásia, meio ambiente e animais. Embora as religiões mudem, elas mudam vagarosamente, e tendem a preservar atitudes que se tornam obsoletas e maléficas.”

Para ler o artigo completo em inglês, clique aqui.

Compartilhe essa postagem
Postar um comentário