10 de fev de 2015

As estradas assassinas do Brasil

Eu vi essa postagem na página do projeto Últimos Refúgios e reproduzo porque aqui no Espírito Santo políticos coronelistas querem destruir o que sobrou da natureza do estado para que empresas estrangeiras possam enriquecer com a miséria alheia.

"No fim de semana (08/02/2015) mais uma Anta (tapirus terrestris) foi atropelada no maior complexo florestal do ES, que engloba a Reserva Biológica de Sooretama, Reserva da Vale e outros refúgios e RPPNs. Nossa equipe foi lá verificar a ocorrência juntamente com os parceiros do Pró-tapir e os pesquisadores da UFES (ecologia de estradas). Já foram 4 antas mortas (que temos noticia) em menos de um ano, contando com um filhote ainda na barriga da mãe!

Estima-se que a população de antas na Rebio de Sooretama seja de aproximadamente 100 indivíduos. Ou seja, em menos de 1 ano, perdemos 5% da população. Nesta velocidade, teremos as antas extintas no Espírito Santo em menos de 50 anos.

Não é um preço que estamos dispostos a pagar pelo desenvolvimento a qualquer custo.

Fazer rodovias cortando Reservas Biológicas e super-portos em santuários marinhos, para o escoamento de nossa matéria prima para os colonizadores já é demais. Ainda exterminando nossa flora e fauna, é pior ainda!"
Postar um comentário