9 de abr de 2012

População de animais explorados como comida cresce mundialmente


Dados revelados esta semana pelo Worldwatch Institute através de seu jornal de análise de tendências Vital Signs mostra que as populações de animais escravizados continuam a crescer mundialmente (enquanto a de animais livres decresce na mesma velocidade).

O número de galinhas criadas para consumo humano cresceu 169 por cento entre 1980 e 2010, de 7.2 bilhões para 19.4 bilhões. Durante o mesmo período a população de caprinos e ovelhas chegou a 2 bilhões, e a população de gado cresceu 17 por cento, atingindo 1.4 bilhões.

O Consultative Group on International Agricultural Research estima que em 2050 a população de aves de abate terá crescido para 30 bilhões, a de caprinos e ovelhas para 2.7 bilhões e a de gado para 2.6 bilhões de animais.

Consumo de leite e ovo também tem aumentado. Segundo a ONU, entre 1980 e 2005 o consumo per capita de leite em países desenvolvidos quase dobrou, o consumo de carne quase triplicou e o de ovos cresceu quase cinco vezes.

Os maiores saltos em consumo estão ocorrendo no leste e sudeste da Ásia. O consumo per capita de leite na China cresceu de 2.3 quilos em 1980 para 23.2 quilos em 2005. O consumo per capita de carne na China quadruplicou no mesmo período e o consumo de ovos cresceu de 2.5 quilos para 20.2 quilos. Na Índia, Operation Flood, um projeto do conselho nacional de laticínios que busca aumentar a produção e consumo de leite no país, ajudou a aumentar o consumo per capita de leite de 38kg em 1980 para quase 69 quilos em 2007. A Índia é agora o maior produtor de leite do mundo.

Resumindo: esses dados são uma chamada para todos os veganos se empenharem em espalhar o veganismo e se manterem firmes em seu propósito de não contribuir para a exploração animal.
Postar um comentário