4 de jan de 2011

Mais de mil pássaros caem mortos do céu de Arkansas, nos Estados Unidos

Fogos de artifício possível causa de morte em massa

Funcionários do serviço ambiental ontem (02) terminaram de recolher as carcaças de cerca dois mil pássaros negros de asa vermelha que caíram mortos do céu de uma cidade no centro do estado de Arkansas, nos Estados Unidos.

Mike Robertson, o prefeito de Beebe, disse a Associated Press que o último pássaro morto foi removido por volta das 11 da manhã. Entre 12 e 15 funcionários foram contratados para fazer a limpeza, usando roupas de proteção ambiental.

Os pássaros caíram na noite de sexta sobre uma área de um quilômetro e meio de Beebe. Uma patrulha aérea indicou que nenhum pássaro morto foi encontrado fora daquela área. O serviço de limpeza começou no sábado.

Robertson disse que os trabalhadores vestiram casacos de proteção como parte de uma rotina e não por medo que os pássaros estivessem contaminados. Ele disse que a especulação sobre a causa não está focando em morte ou envenenamento.

Várias centenas de milhares de pássaros negros de asa vermelha vêm usando uma área de floresta na cidade como ninho nos últimos anos, ele disse. Robertson e outros oficiais foram para a área dos ninhos no fim de semana e não encontraram pássaros mortos no chão.

“Isso elimina a hipótese de doença ou envenenamento”, o prefeito disse.

Karen Rowe, uma ornitologista da comissão de vida silvestre e aquática de Arkansas, disse que os pássaros tinham traços de trauma físico e especulou que um bando poderia ter sido atingido por um raio ou granizo.

A comissão disse que festejadores de ano novo disparando fogos de artifício poderiam ter assustado os pássaros de seus ninhos e causado sua morte por estresse.

Robby King, também da comissão, recolheu cerca de 65 pássaros mortos, que serão enviados para testes em um laboratório especializado em Wisconsin.

Rowe disse que em episódios parecidos anteriores os resultados de testes geralmente foram não-conclusivos. Ela diz duvidar que os pássaros tenham sido envenenados.

Fonte: Huffington Post

Compartilhe essa postagem
Postar um comentário