9 de mar de 2010

ONG Australiana denuncia criadores de cães

A organização de direitos animais Animal Liberation Victoria, que atua na Austrália, conseguiu chamar a atenção da mídia para as condições aberrantes em que cães são criados pela família Paxton em Beremboke para depois serem vendidos em pet shops. O resultado é que, com exceção de cinco cães, todos foram removidos do local, graças a uma ordem emitida pelo tribunal civil e administrativo de Victoria.

Segundo um artigo no jornal Geelong Advertiser, os animais foram encontrados acorrentados sem acesso a abrigo e comida, cobertos em fezes e alguns mortos. Nesses casos, seus corpos apodreciam no lugar onde haviam morrido. A publicação se juntou a campanha e pediu o fechamento desse campo de concentração de cães . O parlamentar John Brumby adicionou sua voz à campanha.

Comentário: esse episódio ilustra mais uma vez que nossos governos fecham os olhos para a ética ao permitir que esses ‘exploradores da vida’ continuem atuando. Em um mundo com uma superpopulação de animais ditos domésticos, é escandaloso que se permita a reprodução artificial de animais que inevitavelmente irão se juntar aos exércitos de animais abandonados nas ruas.

Fonte: ALF


Compartilhe essa postagem

Postar um comentário