2 de fev de 2016

Cientistas ​exploram​ macacos geneticamente modificados ​para ter ​autismo

Um grupo de cientistas ​chineses ​criou macacos geneticamente modificados com comportamentos similares causados pelo autismo em animais humanos. A inform​a​ção é do New York Times

Segundo o jornal, o objetivo é testar potenciais terapias nos animais com ​a ​esperança de que sua similaridade com humanos possa levar a mais respostas sobre a desordem.

Os cientistas do Instituto de Neurociência da Academia Chinesa de Ciências em Shanghai dizem que os macacos apresentam comportamentos repetitivos, maior ansiedade e defeitos em interações sociais, como os autistas humanos. 

Eles agora estão fazendo ima​g​ens dos cérebros dos macacos parta identificar a deficiência nos circuitos cerebrais que causam o comportamento autista.

A pesquisa foi publicada recentemente no jornal Nature e parece ser a mais abrangente entre outras pesquisas usando macacos editados para terem genes ligados ao autismo.

O uso de macacos representa uma nova fase de exploração animal dentro desse campo de pesquisa, que antes focava em ratos mas agora prefere ​explorar animais "mais avançados".

É difícil ler sobre isso sem compartilhar o horror desses animais trazidos ao mundo apenas para sofrer e fazer dinheiro para cientistas sem ética. Animais que talvez não existiriam ou que existiriam com cérebros sem alterações de autismo são forçados a serem escravos da neurociência em nome do lucro. Esses cientistas deveriam pesquisar seu próprio cérebro para descobrir a causa de tamanha deformidade moral.

1 de fev de 2016

Fila para açougue vegano, nos EUA



The Herbivorous Butcher, um açougue vegano que abriu em Minneapolis, atraiu uma multidão para a sua inauguração no sábado. Você tem dúvida que os veganos vão dominar o mundo? (Via CityPages)

31 de jan de 2016

Escritora egípcia presa for falar sobre direitos animais

Fatima Naoot, uma escritória egípia secular, foi condenada a três anos de prisão por ter "insultado o islamismo".

 A "ofensa" se refere a uma postagem no Facebook onde ela descreve o abate de ovelhas no Eid al-Adha (Festa do Sacrifício) como o "maior massacre cometido por seres humanos". Ela tem que pagar uma multa de $255 também (cerca de mil reais).

A sentença é válida imediatamente, mas ela pode apelar da prisão. Naoot disse que não lamenta ser presa mas sim que o trabalho dos reformistas tenha sido em vão.

Durante Eid al-Adha os muçulmanos sacrificam animais em massa como forma de homenagear a memória da disposição do profeta Ibrahim (Abraão) em sacrificar o seu filho Ismail conforme a vontade de Deus.

O ser humano inventa os seus rituais mas quem paga o preço são os animais. Mostra devoção com o sangue alheio é fácil.

Piloto britânico é assassinado por caçadores de elefantes

A guerra contra os caçadores de elefantes fez mais um mártir. O piloto de helicóptero britânico Roger Gower foi atingido por uma AK47 enquanto pilotava um helicóptero.

O incidente ocorreu na Tanzânia quando Roger estava em uma missão para ajudar os guardas a localizarem os assassinos de um elefante que havia sido assassinado em Maswa na sexta feira.

Roger ainda conseguiu aterrissar mas morreu antes que os times de resgate chegassem.

O Friedkin Conservation Fund, para quem Roger trabalhava, publicou uma nota lamentando a morte do piloto e agradecendo seu trabalho para salvar os elefantes.

O poder de fogo desses assassinos mostra que quando se fala de uma guerra contra a vida selvagem não se trata de uma metáfora - é fato!

RIP Roger Gower.




26 de jan de 2016

Iogurte vegano



O empresário Anderson Rodrigues, de Lavras, Minas Gerais, lançou há poucas semanas uma linha de iogurtes com 8 sabores sem nada de origem animal (ler mais)

24 de jan de 2016

Richard Branson faz campanha pelos rinocerontes


Richard Branson, o empresário britânico e ícone corporativo por causa de sua trajetória de irreverência  - de hippe à dono da aerolinha Virgin - se juntou a uma campanha para salvar os rinocerontes, que estão sendo dizimados por causa de seu chifre.





A demanda vem principalmente da China e do Vietnam, onde uma cultura supersticiosa inclui o chifre do rinoceronte como remédio para todo tipo de doença, embora ele não tenha nenhuma propriedade medicinal. Por causa disso, mais de 1.200 rinocerontes foram mortos em 2014 e os números de 2015, ainda não computados, devem manter a tendência.




Uma nova campanha mostra modelos roendo a unha e explicando que remédios a base de chifre de rinoceronte não são mais eficazes do que isso. Branson aparece na campanha fazendo o mesmo e diz que para se combater o comércio ilegal de animais selvagens é preciso atuar em toda a 'supply chain', ou seja, todas as fases de extração, distribuição e venda envolvidas nesse comércio cruel e destruidor.






22 de jan de 2016

Novilho escapa em Nova Iorque, e consegue final feliz


Um novilho escapou de um matadouro halal em Queens, Nova Iorque. Felizmente, ele foi resgatado e já está sendo transferido para um santuário em New Jersey, onde viverá seguro o resto de seus dias. Foi batizado como Freddie :)

Notem no vídeo os gritos bárbaros do público, isso em plena Nova Iorque. Um horror.