20 de nov de 2018

DW faz matéria sobre carne de jaca

A Deutsche Welle, a BBC alemã, fez essa matéria sobre a crescente popularidade da carne vegana de jaca. Carne de jaca é o futuro!


7 de nov de 2018

Netflix lança série sobre cães

A nova série que vai ao ar no dia 16 vai ser um prato cheio para quem ama cães. Estórias de resgates também fazem parte do conteúdo.

4 de nov de 2018

Demanda gera escassez de chefs veganos, na Inglaterra

Uma matéria no jornal inglês The Guardian mostra como a demanda por comida vegana tem causado uma falta de pessoal especializado em hotéis e restaurantes, o que gerou um novo mercado de treinamento para suprir a demanda.

Segundo dados recentes, um em cada oito britânicos são vegetarianos ou veganos.

27 de out de 2018

Amanhã, vote Haddad



Como ativista vegano, protetor de animais e cidadão extremamente preocupado com o futuro dos planeta, principalmente a destruição de nossas florestas, ecossistemas e biodiversidade, eu declaro voto à Fernando Haddad (13). 

O outro candidato odiento me ofende profundamente como cidadão. É um custo da democracia que pessoas egoístas, violentas e oportunistas como ele possam fazer carreira no legislativo e executivo. #elenão deveria ter saído algemado do Congresso no dia que fez homenagem do plenário ao torturador Ustra. Ele foi condenado duas vezes, uma por racismo e outra por incitação ao estupro. Seu projeto é entregar à Amazônia às mineradoras e ao agronegócio. Ele vai arruinar o país de vez e minar nossa frágil democracia.

Haddad, por outro lado, é um homem ficha-limpa, que inspira mensagens positivas, tem foco na educação (o grande problema do Brasil) e é comprometido com a democracia. A vasta maioria dos fatos negativos sobre ele são fake news ou distorções enquanto o que é negativo sobre o outro saiu de sua própria boca.

Além disso, Haddad teve a delicadeza de encontrar ativistas animais, inclusive minha amiga Silvana Andrade da ANDA, e se comprometeu com a causa animal. Como prefeito de São Paulo, criou um centro de adoções, hospital veterinário e sancionou a lei que proibia a venda de foie gras nos restaurantes da cidade.

Não é uma questão partidária. É uma questão de democracia versus fascismo. Democracia é um ambiente onde veganismo pode florescer, fascismo não. Então amanhã não deixe de votar e digite 13.
#haddadpresidente

4 de out de 2018

Família lamenta assassinato de cão

Um cão foi assassinado friamente a tiros por um apoiador do candidato inominável durante uma carreata na Bahia. Isso demonstra mais uma vez o tipo de sentimento que o fascista inspira. (Ler mais)

1 de out de 2018

Austrália proíbe reprodução de pets para venda no comércio

Foto dos animais no SOS Peludinhos em Vila Velha/ES

Problemas são resolvidos cortando o mal pela raiz. O holocausto pet que presenciamos no Brasil,  com milhões de animais zumbificados pela doença e fome circulando por todo o país, e protetores se descabelando para enxugar gelo, poderia ser resolvido com castração sistemática e a proibição da venda de pets. É simples assim. Em uma geração o problema teria sido reduzido drasticamente.

Essa notícia vindo de Victoria na Austrália, que proibiu a reprodução de pets para venda em lojas, exemplifica o tipo de política progressista que devemos buscar. Um animal não pode ser tratado como um objeto, como uma mercadoria. Isso é uma aberração, uma obscenidade, uma violência física e simbólica com seres senscientes. 

Precisamos forçar a chegada de uma nova era para os animais.

18 de set de 2018

Los Angeles proíbe venda de roupas de pele

Foto: Peta
Uma boa notícia para os animais: a cidade de Los Angeles proibiu a venda de casacos de pele. O voto a favor dos animais foi liderados pelos membros do conselho municipal Paul Koretz, Bob Blumenfield e Mitch O’Farrell.

Porque casacos de peles são cruéis

Os animais assassinados para casacos de pele muitas vezes são animais que vivem livres na natureza e são capturados com armadilhas violentas. Depois de presos, muitas vezes eles passam dias até seus algozes retornarem para dar um tiro de misericórdia. Alguns chegam a comer a parte do corpo presa para se libertar. Muitas são fêmeas com filhotes.

Fazendas de pele são igualmente cruéis

Em alguns países as fazendas de pele são legais. Documentários mostram como os animais enlouquecem em jaulas, adoecem sem tratamento e por fim são mortos via eletrocução anal, afogamento e outros métodos barbáricos.

Várias estrelas de TV se juntaram a um protesto organizado pela PETA hoje às 10h. Los Angeles é uma cidade influente no palco mundial e essa decisão desse produzir um efeito cascata em outras grandes cidades.

Vários estilistas recentemente anunciaram que não usarão mais peles, entre eles Donatella Versace, Gucci, Burberry e Michael Kors.