21 de jul de 2019

#OrgulhoNordestino: Carlos Dias, pioneiro vegetariano e feminista

O Nordeste é o berço cultural do Brasil, atacá-lo e desprezá-lo é sinal de a ódio ao Brasil per se. Nesses dias de debate sobre nordestinos, em reação aos absurdos do fascista na presidência, acaba-se descobrindo mais sobre a cultura nordestina. E para nós veganos, um nome que interessa é Carlos Dias Fernandes.

Segundo a Wikipedia, ele "contribuiu de maneira decisiva para o movimento naturalista e o movimento simbolista da literatura brasileira no seu estado (PB). Foi poeta, romancista, contista, biógrafo e pedagogo."

Publicou o romance Os cangaceiros e A renegada, ambos de temática regional. Em 1936 publicou Fretana, romance autobiográfico, onde aparecem as figuras principais do Simbolismo, a cuja geração também pertenceu.

13 de jul de 2019

Kim Basinger protesta contra consumo de carne de cão na Coréia do Sul

Basinger com um cão resgatado do comércio de carne canina


A atriz Kim Basinger participou, junto com a ONG Last Chance For Animals, de um protesto contra o consumo de carne de cães na Coréia do Sul, onde, apesar de mudanças recentes de hábitos, ainda persiste uma cultura rural de consumir carne de cão.

A atriz, que ficou famosa nos anos 80 com o filme 9 1/2 semanas de amor (1984), é vegetariana e vegana há muitos anos.

O protesto aconteceu na ocasião de um festival que celebra a carne de cão, que resiste em algumas províncias com apoio de políticos oportunistas. Ativistas locais tentam mudar leis, mas relatam progresso lento.


Fonte: CNN



17 de jun de 2019

Rita Lee e a ursa Rowena

A gente ama Rita Lee, pela música, pelo humor, pelo que ela representa na cultura popular do Brasil e pelo seu amor dos animais.

Agora, ela mostra mais uma vez seu amor pelos bichos com um livro dedicado à ursa Rowena, resgatada pela Luiza Mell de um zoo no Piauí.

Rita visitou a ursa no Rancho dos Gnomos, onde ela agora vive. E o resultado disso é um livro adorável chamado Amiga Ursa, Uma História Triste Mas Com Final Feliz

Durante a visita, Rita alimentou Rowena com suco e bolachas com mel. "Foi um dos dias mais especiais da minha vida, ter visto a felicidade em que ela está."

Não vejo a hora de ler o livro.

Fonte: Estadão


3 de mai de 2019

A vida de um suíno em uma fazenda fábrica

Um documentário retrata a tortura e sofrimento dos suínos em fazendas de produção. Da hora que nascem até a hora em que são assassinados, esses animais padecem. São arrancados precocemente das mães, vivem no escuro, tem seus rabos arrancados sem anestesia e depois são assassinados de forma violenta. Tudo isso em um ciclo de seis meses.

Um documentário chamado M6NTHS, que faz referência a média de vida desses sofredores, mostra esse ciclo atroz. O filme ganhou o Prêmio Panda, que equivale ao Óscar do cinema verde. O filme foi dirigido pela holandesa Eline Helena Schellekens, que estreou com o apoio da organização espanhola Igualdad Animal.

Segundo essa matéria da revista VICE, Eline Helena foi motivada pela luta contra a criação de animais em jaulas. 
"Os nossos desejos, enquanto consumidores, de conseguirmos muito por pouco são os culpados dessa vida; você tomaria as mesmas decisões se pudesse olhar nos olhos do animal?" ela pergunta.

O filme segue um animal durante os seis meses da sua vida, e mostra o seu mundo do seu ponto de vista. Isso inclui os sons que ele ouve. Como é de se esperar, algumas momentos são muito dolorosos, como quando as porcas quem que cuidar de seus leitões em jaulas, mutilação genital, a administração de remédios e por aí vai. 

Quem é vegano deve ser familiarizado com esses horrores mas a forma como o filme é feito certamente é original e adiciona autenticidade e intensidade a esse tipo de imagem.

27 de abr de 2019

Caçadores colocam corvos mortos na casa de apresentador vegano


O apresentador de TV vegano e naturalista Chris Packham foi surpreendido com um protesto macabro. Ativistas pró-caça colocaram na sua porta os cadáveres de corvos  em retaliação aos posicionamentos pro-animalistas do apresentador.

Recentemente, uma autoridade inglesa revogou o direito de caçadores de matar pássaros em suas terras, o que Chris defende. Como sempre, eles usam a desculpa preservacionista para exigir o direito de assassinar, mas, como o protesto macabro demonstra, eles estão longe de serem pessoas bem intencionadas.

Como reação ao incidente, Packham disse: "Tudo isso fortalece minha decisão de fazer o interior do Reino Unido um lugar melhor para os animais silvestres e as pessoas que vivem e trabalham aqui. De forma muito triste e perversa essa ação repugnante indica que eu estou fazendo progresso. Como eu sempre disse: 'Eu não estou aqui para fazer amigos, eu estou aqui para fazer a diferença.

17 de abr de 2019

Petição para cães comunitários em Porto Alegre

Há pessoas que vêm ao mundo fazer o bem e outras atrapalhar. Quem quer que fez essa denúncia contra as casinhas dos cães comunitários, que não tem amparo legal, é uma dessas pessoas que odeiam a vida e não tem a menor compaixão pelos animais. O caso se passa em Porto Alegre e envolve a luta de alguns protetores contra a administração pública, que além de não fazer o seu papel, atrapalha.

9 de abr de 2019

8 de abr de 2019

Ativistas veganos marcam o dia na Austrália

Protestos veganos inspirados pelo filme Dominion marcaram o dia na Austrália, um país que produz muita carne e exporta muitos animais vivos. O protesto aconteceu em várias cidades e várias pessoas foram presas. O primeiro ministro da Austrália, em uma demonstração de autoritarismo, disse que não é australiano protestar contra a agropecuária e ameaçou os ativistas com processos. Mas isso surpreende alguém, partindo de um governo antidemocrático a serviço do capitalismo?