3 de ago de 2015

Empire State projeta imagens de animais ameaçados





Em meio à comoção mundial sobre o caso do leão assassinado Cecil, o Empire State Building em Nova Iorque se tornou a tela de projeção de um projeto que visa conscientizar o público sobre a extinção animal. Chamado Projecting Change, uma colaboração entre a Oceanic Preservation Society e Obscura Digital, imagens gigantes foram projetadas no maior ícone da capital do mundo. De escala colossal, a imagem podia ser vista à vinte quarteirões de distância.


30 de jul de 2015

Templo nepalês promete fim de sacrifícios animais


Ativistas pelos direitos dos animais esta semana comemoraram a notícia de que as autoridades nepaleses proibiram os sacrifícios de animais durante uma festa hindu que atrai milhares de seguidores.

O festival da deusa Gadhimai acontece a cada cinco anos e atrai devotos do Nepal e Índia, que se reunem em um templo no sul do país para sacrificar milhares de animais na esperança de acalmar a deusa do poder.

“Nós decidimos interromper completamente a prática do sacríficio animal,” disse Motilal Prasad, secretário da associação que administra o templo e organiza a celebração. “Os animais são como nós, tem os mesmos órgãos que nós e a mesma dor que nós, ele disse a agência AFP.

A prática centenária gera um comércio enorme de animais, principalmente cabras e búfalos, que são mortos em troca de saúde e felicidade.

“Não vai ser fácil pôr fim a um costume de 400 anos, mas nós temos quatro anos para convencer as pessoas que elas não precisam sacrificar animais para agradar a deusa,” Prasad disse.

A notícia foi recebida com alegria por ativistas locais, que ao longo dos anos de campanha foram apoiados por Brigitte Bardot e a atriz inglesa Joanna Lumley. “Foi um esforço grande. Nós assumimos uma postura firme e finalmente conseguimos resultado,” disse Manoj Gautam,
presidente da Animal Nepal Welfare Network.

Liberdade religiosa ou tradição jamais pode ser usada para justificar para matar outros seres senscientes. A vida precede qualquer manifestação cultural, seja ela religiosa ou secular.

Ativistas chamam Kim Kardashian de assassina

Kim Kardashian teve uma surpresa quando durante o lançamento do seu "livro" os ativistas pelos direitos dos animais a chamaram de assassina por promover o uso de peles. O fato de uma figura tão medíocre ter status de celebridade nos dias de hoje revela algo muito triste sobre nossa civilização.




29 de jul de 2015

Jane Birkin não quer ser associada à bolsa de pele de crocodilo

A atriz e cantora inglesa radicada na França Jane Birkin mandou um recado para a marca de luxo Hermès: não quer mais ser associada com a famosa bolsa de luxo cujo conteúdo principal é a crueldade.

Feitas de pele de crocodilo, cuja exploração foi recentemente exposta pela PETA, a bolsa foi inspirada por Birkin, que é uma musa na França, mãe de Charlotte Gainsbourg e a voz da famosa canção Je t'aime.

A bolsa foi desenhada para ela depois de um encontro casual entre Birk e o então presidente da Hermès em um vôo em 1984. Birkin teria dito na época que ela não conseguia encontrar uma bolsa prática e elegante ao mesmo tempo.

A bolsa foi criada e desde então associada a ícone. Mas agora ela não quer mais essa associaçã com essa peça que custa cerca de 33 mil euros (cerca de 120 mil reais).




28 de jul de 2015

Assassino de leão agora é caçado nas redes sociais


Essa semana o mundo ficou chocado com o assassinato do leão Cecil, um dos leões mais amados do mundo, símbolo de um país (Zimbábue) e agora um cadáver que morreu depois de agonizar por dois dias com um flechada e depois foi decapitado para ter sua cabeça em alguma parede na casa de algum psicopata.


Os rumores iniciais foram que o leão havia sido morto por um espanhol, mas agora as autoridades de Zuimbábue revelam quer Cecil foi morto por um dentista americano chamado Walter Palmer que trabalha em uma cidade próxima à Minneapolis.

Segundo o portal Terra, "o grupo levou dois dias para encontrar Cecil e matá-lo. Antes de executar o animal, os caçadores destruíram o colar que ele usava, instalado por pesquisadores da Universidade de Oxford como parte de um estudo sobre a população de leões da região, e o GPS colocado junto do adereço."


A tragédia aconteceu no dia 6 de julho. De acordo com trabalhores locais, um grupo caçava a noite, quando avistou Cecil. Eles então amarraram um animal morto na parte trasiera do veículo para atrair o leão para fora do parque onde ele vivia com segurança.

Walter Palmer armou uma armadilha para pegar sua presa. Uma mente doentia, psicopata, que gasta seu dinheiro para causar morte e destruição. Imaginem o que o karma desse homem guarda para ele.


Adeus Cecil, sua morte foi uma tragédia que chocou o mundo e não será em vão. Sentiremos saudades de você!


24 de jul de 2015

Abandonar é matar


Hoje me deparei com essa foto em uma campanha contra o abandono der animais. Abandonar é matar lentamente. Esta foto foi feita em 1980,são os 140 cães que foram abandonados em dois dias e abatidos em França  em julho de 1980!

O fotógrafo pediu que os animais fossem postos na estrada para sensibilizar as pessoas. Este ano na França já se contabiliza mais de nove mil abondonos na altura das férias, entre cães e gatos.


23 de jul de 2015

Ativistas sugerem: ou banho ou carne



Os performance artists/ativistas Yes Men estão a frente de mais uma inteligente provocação, desta vez na Califórinia, que vive uma grave seca e onde metade da água é usada para alimentar gado.

Eles lançaram uma campanha perguntando: você abriria mão de seus banhos para comer carne? Por que ... não dá para ter as duas coisas. Para cada meio quilo de carne, é preciso se abster de 52 chuveiradas!!

As campanhas deles sempre são "spoof", na verdade, elas não existem, são peças fictícias para gerar discussão e apontar a hipocrisia de uma situação. Enquando se fala do problema da seca, ninguém menciona a grande causa.

Então veganos, lembre-se que vocês ganharam o direito de tomar banho :)

22 de jul de 2015

Primeiro cavalo resgatado da carroçagem em Vitória (ES)

Hoje foi publicada a foto do primeiro cavalo resgatado pela PMV das mãos dos carroceiros, que estão proibidos na capital capixaba, com devida recapacitação para os que que quiserem. Ao todo são 50 cavalos explorados em carroçagem em Vitória e esses serão recuperados pela Polícia Militar. Parabéns ao vereador Luiz Emanuel Zouain (PSDB) por ter enfrentado todos as forças contrárias para seguir adiante com esse projeto.