21 de jul de 2019

#OrgulhoNordestino: Carlos Dias, pioneiro vegetariano e feminista

O Nordeste é o berço cultural do Brasil, atacá-lo e desprezá-lo é sinal de a ódio ao Brasil per se. Nesses dias de debate sobre nordestinos, em reação aos absurdos do fascista na presidência, acaba-se descobrindo mais sobre a cultura nordestina. E para nós veganos, um nome que interessa é Carlos Dias Fernandes.

Segundo a Wikipedia, ele "contribuiu de maneira decisiva para o movimento naturalista e o movimento simbolista da literatura brasileira no seu estado (PB). Foi poeta, romancista, contista, biógrafo e pedagogo."

Publicou o romance Os cangaceiros e A renegada, ambos de temática regional. Em 1936 publicou Fretana, romance autobiográfico, onde aparecem as figuras principais do Simbolismo, a cuja geração também pertenceu.

Nenhum comentário: