15 de jun de 2017

EU cede ao lobby do laticínio e censura tofu

Vejam como o lobby da exploração de vacas é forte e como a EU é hipócrita: vários setores veganos ficaram proibidos de usar a palavra leite. A matéria abaixo explica melhor.


Num acórdão hoje publicado, o Tribunal de Justiça da União Europeia reforça que o regulamento europeu n.º 1308/2013 do Parlamento Europeu e do Conselho, de 17 de dezembro de 2013, determina que as denominações "leite", "soro do leite", "nata", "manteiga", "leitelho", "queijo" e "iogurte" estão "reservadas exclusivamente aos produtos lácteos", opondo-se por isso a que "sejam utilizadas para designar, na comercialização ou na publicidade, um produto puramente vegetal, mesmo que essas denominações sejam completadas por menções explicativas ou descritivas que indiquem a origem vegetal do produto em causa".
Na base deste acórdão está uma ação inibitória apresentada pela associação alemã VSW contra a empresa de produção e distribuição de alimentos vegetarianos/veganos TofuTown, que, segundo se lê no documento, "promove e distribui, entre outros, produtos puramente vegetais sob as designações de "Soyatoo manteiga de tofu", "queijo-vegetal", "Veggie-Cheese", "Cream" e outras denominações semelhantes".
Postar um comentário