18 de jul de 2016

MP abre inquérito para achar culpados pela morte de Juma

Os organizadores da petição pedindo a abertura de um inquérito contra os responsáveis pela morte da onça Juma publicaram uma atualização dizendo que conseguiram um avanço da campanha, com o Ministério Público Militar abrindo um inquérito civil para apurar as circunstâncias da morte do animal, além de determinar quem são os responsáveis. A Procuradoria Militar está realizando diligências e ouvindo os envolvidos nesta tragédia.

"Dois tenentes que participaram das buscas para a captura da Juma no dia em que ela foi executada já foram ouvidos. A Procuradoria Militar também exigiu que o Comando Militar da Amazônia faça um relatório detalhando todas as etapas referentes à participação da onça no evento, além de outras medidas para esclarecer o que aconteceu e responsabilizar os culpados," escreveu Liana Menezes, que organiza a petição no Change.

Como relatado pela mídia, o Exército foi multado pelo Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas em R$ 40 mil, pela exposição irregular da onça Juma durante a cerimônia da tocha olímpica.

Vamos esperar que os responsáveis agora paguem pelo assassinato de Juma.
Postar um comentário