7 de jul de 2016

Dinamarqueses começaram a matança anual de baleias

Foto: Sea Shepherd

Nadando contra a corrente da ética, moradores das ilhas Faroe começaram mais uma vez a matança dessas criaturas divinas e ameaçadas por todo tipo de perigo oriundo da presença humana no mundo.

Segundo o Sea Shepherd, a primeira leva de baleias-piloto foi morta (entre 30 e 50 indivíduos) na quarta-feira. A organização disse que o governo dinamarquês tem bloqueado sua presença na ilha para evitar que o mundo veja a violência dos moradores da ilha com as baleias.

A Dinamarca pode tentar vender uma imagem de um país ultra-civilizado, mas quando se trata de animais, o barbarismo atavístico continua balançando sua cabeça grotesca naquela parte do mundo.
Postar um comentário