14 de dez de 2015

Sobre o chamado "abate humanitário"


Eu não tenho nada a acrescentar - leia mais.
Postar um comentário