24 de fev de 2014

Estudantes chineses assinam manifesto contra fazendas de bílis de urso


Mais um sinal de que as coisas estão mudando para melhor na China para os animais. Membros de uma elite de estudantes chineses que estudam fora do país em universidades de prestígio como Princeton e Harvard assinaram um termo de compromisso no qual condenam a extração de bílis de urso para fins medicinais que na verdade não tem base científica alguma.

A iniciativa é da Animals Asia que vê nesses estudantes futuros líderes na China com o potencial de mudar o país para melhor.

Os ursos mantidos nessas fazendas de extração vivem em confinamento extremo para facilitar a extração da substancia. É uma vida de dor e desespero que não tem lugar em um mundo civilizado.
Postar um comentário