22 de jan de 2014

Desabafo sobre o que acontece em Taiji


Esse tema me consome esta semana. Eu sei que todos os dias milhões de animais vão para o matadouro e é por isso que eu sou vegano. Mas existem especificidades em cada tipo de violência contra o animal que são incomparáveis. O massacre dos golfinhos em Taiji reúne todas as piores características humanas: brutalidade, hipocrisia, arrogância e ganância. Os pescadores japoneses, com a conivência do governo daquele país, conseguem superar boa parte dos piores seres humanos que eu já ouvi falar.

O processo pelo qual eles encurralam os animais, a forma como eles os matam, a tortura psicológica e a audácia de achar que podem transformar seres livros em escravos, que é o caso dos golfinhos vendidos para parques, é de me fazer espumar na boca de revolta. O Japão tem uma tradição de bater o pé e não voltar atrás – soberba e xenofobia fazem parte do pacote aí.

A única forma de lidar com essa situação é boicotar parques, e eu creio, sabotar a pesca desses bárbaros do mar. Não estamos lidando com pessoas do bem, e nem com um governo ético, a única forma é uma postura agressiva. Japão precisou de duas bombas atômicas para se entregar na guerra, o que foi terrível para as vidas inocentes que e extinguiram, mas pelo visto é somente com medidas drásticas que eles reagem. O video abaixo mostra o que acontece esta semana.

Postar um comentário