19 de abr de 2013

Governo britânico anuncia planos para proibir animais selvagens em circos

O uso de animais selvagens em circos itinerantes no Reino Unido será criminalizado em dois anos de acordo com planos que serão anunciados pelo governo esta semana.


Mais de 30 mil pessoas assinaram uma petição organizada pelo jornal Independent pedindo a proibição. Os membros do parlamento votaram unanimemente a favor da mudança.

Atualmente dois circos Britânicos continuam a incluir animais selvagens em seus shows, apesar da oposição pública. Juntos eles exibem 20 indivíduos, principalmente camelos e zebras. Eles operam sob um sistema de licenciamento que foi criado quando os parlamentares prometeram que iriam introduzir a proibição.

O ministro do meio ambiente, Lord de Mauley, vai apresentar a proposta de lei que impede que os circos usem animais selvagens a partir de 2015.

“Se confirmado, eu fico muito feliz que o governo finalmente ouviu o parlamento e a opinião pública. Eu me sinto honrado de ter contribuído um pouco para fazer essa proibição acontecer e acabar com essa prática cruel para tantos animais,” disse o parlamentar conservador Mark Pritchard.

Essa é uma vitória do legislativo britânico, já que o governo criou obstáculos, dizendo que haveriam problemas legais e práticos para legislar a proibição. O caso da elefanta Anne, que uma investigação revelou sofria tortura nas mãos do Bobby Roberts Super Circus, convenceu o parlamento a apoiar a proibição.

Postar um comentário