28 de jan de 2013

Assassinos de macacos são condenados no Vietnam

Três caçadores que atiraram em dois macacos do tipo douc langur (Pygathrix), que estão ameaçados de extinção, foram condenados à prisão semana passada, noticiou o portal Tuoitre News.

O incidente causou ultraje internacional quando os soldados que compraram os animais dos caçadores, postaram na internet fotos de suas vítimas sendo forçadas a fumar junto com fotos dos animais escalpelados. Uma das vítimas era uma fêmea grávida.

Ha Van Tu, Há Van Que e Bui Van Hung foram condenados a 24, 28 e 12 meses de prisão, respectivamente, por terem quebrado a lei nacional de proteção a animais raros. Os réus admitiram que no dia 11 de julho de 2012 eles encontraram um grupo de macacos douc langur e atiraram neles quando eles os encontraram presos em armadilhas montadas em uma área florestal em Chu Mo Ray, distrito de Sa Thay. Depois eles venderam os primatas para um grupo de soldados que estavam de plantão na área.

Em várias imagens chocantes, os soldados abusaram os dois macacos antes de evisser¬a-los e fazer churrasco com seus corpos. Em uma das imagens, os homens amarraram os membros da macaca grávida e metem um cigarro em sua boca.

Nguyen Van Quang, o soldado de 21 anos que postal as fotos do massacre no Facebook, foi demitido das forças armadas junto com os outros três soldados. Os outros oito soldados que contribuíram dinheiro para comprar os animais receberam notificações.
Postar um comentário