15 de jan de 2013

Bispo chileno acusado de assassinato intelectual de cães

Bernardo Bastres, o bispo de Punta Arenas no Chile, sentiu na pele o que é sentir medo e rejeitado quando ativistas animalistas ontem invadiram sua missa para protestar contra o massacre de 15 cães de rua na cidade. O bispo havia dito publicamente que não é pecado matar animais e os animalistas o acusavam de assassinato intelectual dos cães.

Bastres já havia causando controvérsia antes, quando disse que as pessoas que achavam que o mundo iria acabar no dia 21 de dezembro poderiam deixar seus bens para a igreja.

É incrível que um representante de uma religião cujo primeiro mandamento é o amor se manifeste publicamente a favor da morte. Mas ao que parece, a igreja católica fica cada vez mais distanciada de seu missão de espalhar a mensagem de cristo, que sinceramente, se fosse levada ao pé da letra, deveria incluir o veganismo como parte de sua doutrina.

Eu termino essa postagem com uma vídeo que mostra o animal símbolo do cristianismo, recebendo amor de um ser humano. É assim que se faz Bernardo Bastres. Por favor, pare de usar sua língua como uma arma de fogo!

Fonte: Biochile

Postar um comentário