27 de jul de 2012

Beagles de Greenhill começam a sair de sua prisão


A partir de hoje começa o processo de adoção dos 2.500 Beagles que estavam presos em uma fazenda de reprodução chamada Greenhill, na Itália (para saber mais do caso, clique aqui).

Segundo a polícia italiana, 50 por cento dos beagles confiscados tem entre três e oito meses de idade e muitas das fêmeas estão grávidas porque estavam sendo usadas para produzir filhotes para pesquisa.

Os cães foram apreendidos na semana passada em preparação para o fechamento do local, que é de propriedade da multinacional Marshall Farms, um criador comercial de animais para vivisseção baseado nos Estados Unidos.

Os animais agora estão sob o cuidado legal da organização de direitos animais LAC e o grupo ambientalista Legambiente. Marshall Farm entrou com um apelo legal.

As primeiras fotos já foram liberadas nesta manhã de sexta e embora exista ainda uma pendência legal, a esperança é grande para que estes animais fiquem livres da tortura da pseudociência.
Postar um comentário