12 de jul de 2012

Ativismo na rua

Esta semana um episódio pequeno me chamou a atenção para as oportunidades de ‘falar pelos animais’que aparecem diante de nós todos os dias. Eu passava em frente a uma pet shop no meu bairro, que felizmente não vende animais. Mas eu vi que eles haviam cedido espaço na vitrine para um cartaz posto por um criador que vende filhotes de pug. 

Eu entrei, pedi educadamente que eles retirassem o cartaz para que sua loja não fosse usada por exploradores de animais que os tratam como mercadorias. No outro dia quando passei o cartaz havia sido retirado. 

Moral da história: sempre vale a pena educar as pessoas, algumas não vão responder, mas outras irão. E assim, de bloco em bloco, a gente constrói um mundo melhor para os irmãos não-humanos.
Postar um comentário