24 de fev de 2012

Venda de animais proibida em mercados do Sergipe

A matéria é bem tendenciosa, e claramente coloca os exploradores de animais como vítimas. Aqui no Brasil, existem dois tipos de pessoas que parecem ser considerados acima da lei: o rico, que compra sua imunidade com dinheiro; e o pobre, que se coloca como a vítima eterna, mesmo quando ele faz suas próprias vítimas. Vender animais vivos é uma crueldade que a situação financeira de ninguém pode justificar. As autoridades estão corretas: esses vendedores que arrumem outra coisa para vender.

 
Postar um comentário