12 de jan de 2012

Sri Lanka planeja holocausto de 3 milhões de cães

O governo do Sri Lanka disse que vai retornar a política de assassinar cães de rua que havia sido interrompida em 2006. Isso porque ele admite falha em ter contido a população de cães indigentes que chega a 3 milhões em um país com 20 milhões de habitantes. 

O ministro da saúde Maithripala Sirisena disse a rede de TV Swarnavahini que o governo decidiu retornar à prática de extermínio por medo de transmissão da raiva. “Nossa política falhou,” ele disse. Segundos grupos de defesa animal, ela falhou por causa da corrupção e desvio de verbas. “Nós queremos que o governo reconsidere essa decisão e assegure um tratamento humano desses animais”, disse Sagarika Rajakarunanayake, do grupo de direitos animais Satva Mithra. 

O ministro da saúde disse que existem planos para um santuário para cães de rua no norte do país, mas os ativistas dizem que esse não é um modo prático de cuidar de animais indigentes. Eles pedem um programa de esterilização mais eficiente junto com uma campanha para vacinar os cães contra raiva. 
  
Escreva para a Embaixada do Sri Lanka protestando e diga que extermínio, além de cruel, não resolve o problema.
Postar um comentário