20 de jan de 2012

Até parece gente ...

Um babuíno que ‘roubava’ comida de turistas levou pelo menos 50 tiros até ser assassinado pelas autoridades sul-africanas. A descoberta foi feita através que raios X, segundo esse artigo

O babuíno virou uma espécie de celebridade e foi filmado pelo canal de TV inglês Channel 4 que geralmente surpreendia as pessoas quando elas saiam do carro. O interessante do artigo é que ao mesmo tempo em que a inteligência do babuíno é celebrada, ele é apresentado como uma espécie de gangster. 

“Fred conseguia "morder como um leão, correr como um guepardo e governar sua gangue como um déspota,” disse o veterinário Mark Evans, que acrescentou que ele afastava quem o atrapalhasse com “intimidação e violência.” 

O paradoxo aqui é que geralmente os ativistas de direitos animais são acusados de antropomorfizar os animais, ou seja, atribuir qualidades humanas a eles, como se certas características como medo e ternura fossem exclusividades nossas. Mas quando é conveniente, usa-se realmente dessa estratégia, porém com uma dose de fantasia que não se pode comparar as observações fatuais dos veganos. 

Uma pena que Fred tenha tido esse fim. Imagine se fosse essa a solução para os ladrões humanos.
Postar um comentário