11 de set de 2011

Crocodilo capturado nas Filipinas não está comendo


O crocodilo gigante de água salgada que um prefeito filipino mandou capturar por se tratar de um ‘monstro’ não come há seis dias, escreveu o jornal inglês The Guardian nesta sexta (9). 


O réptil tem mais de seis metros de comprimento e foi apelidado de Lolong. Segundo o oficial que o capturou, Ronnie Sumiller, ele está em observação para sinais de estresse. 

Ele disse que esses animais em seu habitat nem sempre comem todos os dias e podem passar até seis meses sem comida. Lolong está em um cercado de 800 metros quadrados cercado de paredes de concreto na cidade de Bunawan onde ele foi capturado no último fim de semana. 

O animal por enquanto não está mais recebendo visitas. Os primeiros dias de visitação pública atraíram um público grande e algumas pessoas atiraram pedras no crocodilo para que ele se movesse. 

Lolong foi capturado porque havia suspeitas que ele tivesse matado um pescador em julho. Mas Sumiller disse que não foram encontrados resquícios humanos no corpo do animal depois que ele foi induzido a vomitar. Foi organizada uma outra busca para um crocodilo ainda maior que foi visto na periferia pantanosa da cidade 
  
Comentário: o artigo em si já explicita a barbaridade feita com um animal livre que por um capricho dos humanos foi aprisionado em uma gaiola para ser exposto a um público hostil. Simplesmente atroz.

Postar um comentário