17 de ago de 2011

Guerra contra os lobos nos Estados Unidos

O governo americano recentemente tirou os lobos da lista de animais ameaçados, o que significa temporada de caças a esses animais, dos quais restam poucos. Estamos falando de centenas em alguns estados, nem mesmo milhares. 

Por trás disso mais uma vez estão os pecuaristas, que odeiam qualquer tipo de animal livre porque querem seu espaço para criar mais gado para então matá-los. Quem come carne obviamente compactua com tudo isso. 

Hoje minha colega de ativismo Lee Hall, advogada da Friends of Animals, colocou uma postagem no seu Facebook pedindo que as pessoas se manifestem contra essa matança. Escreva* para o governador de Idaho Butch Otter (governor@gov.idaho.gov), se você conhece alguém que vive nos Estados Unidos peça a eles para telefonar para ele. 90% dos lobos de Idaho poderão morrer nessa carnificina que está para se iniciar. 

As armadilhas começarão a ser postas já no dia 30 de agosto. Elas podem ser deixadas sem verificação por até 72 horas de modo que um lobo pode sofrer uma agonia inimaginável por todo esse período até que seu carrasco venha matá-lo, a morte neste caso sendo o único alívio para o animal. 

Mas eles não tem que morrer. Nós é que temos que aprender a conviver com outros animais de forma pacífica e parar de roubar seus habitats para criar gado.

*I am writing to urge Idaho to stop the killing of wolves. Killing animals is barbaric and results in a culture of violence. It's high time humans learnt how to live peacefully with other animals. If the State authorities decide to press ahead with the massacre, I will be boycotting any products that come out from Idaho and advise my friends to do the same.

Yours sincerely,

NOME/LOCAL

Postar um comentário