6 de jun de 2011

Ativistas de Nova Iorque continuam lutando para pôr fim às charretes


Dezenas de pessoas se encontraram no Central Park de Nova Iorque no sábado para chamar atenção à crueldade das charretes que circulam pela cidade. 


“Não é seguro para ninguém e nós temos que usar nossos poderes de empatia humana para aliviar os cavalos desse trabalho pesado”, disse representante da assembléia da cidade Linda Rosenthal.

Rosenthal disse que ela passa mal quando ela vê cavalos e carruagens estacionados nas ruas. “Os cavalos tem que trabalhar no calor, no inverno”, ela disse. “Hoje mesmo eu notei que sua comida estava lotada de pombos.” 

Cidades como Biloxi, Mississipi e Beijing já aboliram passeios de carruagem e cavalo. Como o conselho municipal se recusou a introduzir uma proibição, Rosenthal disse seu grupo vai levar a luta para o âmbito estadual. “Restam apenas algumas semana na legislatura estadual, por isso nós estaremos criando impulso para um recomeço em janeiro”, ela disse. 

Ela disse que as charretes não são uma atração turística porque os turistas virão a Nova Iorque mesmo sem elas. 

Com informações da CBS.
Postar um comentário