25 de mai de 2011

Seul cede à pressão e libera peles em desfile da Fendi

Fendi: sangue na passarela
Depois de decidir que não iria permitir peles em um desfile da grife italiana Fendi programado para Junho, a administração de Seul, na Coréia do Sul voltou atrás e fechou um acordo com a empresa. 

Segundo um comunicado da Fendi, todos os termos foram concordados mutuamente. Um oficial da prefeitura disse que a Fendi concordou em diminuir o número de peças que terão peles. 

O grupo de direitos animais coreano Coexistence of Animal Rights on Earth promoteu que vai lançar uma campanha para boicotar os produtos da Fendi em luz dessa mudança de atitude da prefeitura e convocaram manifestantes para fazer um piquete durante o evento. “Vamos juntos mostrar a natureza brutal da Fendi, que há cem anos vem sacrificando animais por sua pele” o grupo disse.

Com informações da AFP.
Postar um comentário