10 de abr de 2011

Universidade americana abandona tortura de coelhos e furões

PCRM, uma ONG americana formada de médicos que fazem campanha contra uso de cobaias animais e pró-veganismo, divulgou em nota mais uma pequena vitória. 

Ela disse que o chefe do departamento de pediatria do centro de ciência e saúde da Universidade do Texas confirmou que a escola não mais usa coelhos e ferrets em cursos de treinamento. 

Os acadêmicos faziam uma incisão entre as costelas do coelhos e inseriam um tubo nas cavidades de seu peito. Os animais então eram mortos. Quanto aos furões eles sofriam de sangramento na traqueia e muitas vezes morriam por terem tubos repetidamente enfiados pela sua goela abaixo. 

Com informações do PCRM.
Postar um comentário