28 de abr de 2011

Pele sintética enfraquece ainda mais o lobby pró-tortura de animais em laboratórios

Eu acho que a citação abaixo é particularmente relevante para a causa animal:

"A pele varia de um animal para outro, o que torna difícil prever como ela afetará a vítima de queimadura. Mas a pele sintética tem uma composição consistente, tornando-a um produto confiável", afirma Bharat Bhushan, da Ohio Eminent Scholar e professor de engenharia mecânica na Ohio State University."

O artigo completo pode ser lido aqui. Como é de praxe ele parte do princípio que testes com animais são um mal necessário e que a situação pode estar mudando. Os testes podem ser o padrão de facto, mas isso não quer dizer que eles sejam necessários e, principalmente, moralmente aceitáveis.
Postar um comentário