6 de abr de 2011

Fazendeiros texanos querem lei para acelerar matança de animais livres

Crédito: AP
A pecuária não mata apenas os animais que escraviza mas também os animais livres que ousam viver perto das fazendas e causar problemas para os pecuaristas. 

Essa guerra contra os animais livres encontra mais um exemplo no que ocorre atualmente no Texas, onde o lobby do agronegócio quer autorização para matar a tiros disparados de helicópteros porcos selvagens e coiotes que eles dizem atacar seus rebanhos. 

Na verdade os fazendeiros já botem executar a matança mas o que eles querem dos legisladores é uma autorização para vender permissões para caçadores profissionais que conseguem matar até 350 porcos selvagens por dia. 

Os fazendeiros estão otimistas que os legisladores vão ficar do seu lado. E considerando que esse mundo é movido a dinheiro e quando se trata de animais eles são tratados como uma mera ‘peste’, o seu otimismo infelizmente tem fundamento. 

Em breve vai chegar o dia em que haverão apenas vacas, galinhas e porcos geneticamente modificados neste planeta. Eu pessoalmente espero não estar mais aqui quando isso acontecer. 

Quando o escritor judeu Isaac Bashevis Singer escreveu que para os animais todas as pessoas são nazistas, ele não exagerou. Essa iniciativa no Texas demonstra que a guerra contra os animais não dá trégua e por trás dela há sempre o dedo da pecuária no gatilho. 

O que fazer a respeito disso? Tornar-se vegano. É a alternativa mais eficiente, pacífica e inteligente. 

Com informações do Dallas News
Postar um comentário