16 de abr de 2011

A Caverna dos Sonhos Esquecidos

Outro dia fui assisitir ao novo film de grande diretor alemão Werner Herzog, que traduzido literalmente quer dizer A Caverna dos Sonhos Esquecidos

O filme documenta a descoberta da caverna de Chauvet no sul da França onde desenhos de 35 mil anos foram descobertos. Trata-se talvez de uma das maiores descobertas arqueológicas da história e os desenhos são simplesmente maravilhosos: delicados, sofisticados e maravilhados com o universo dos não-humanos. Os animais são o tema dos desenhos: mamutes, leões, cavalos, bovinos ... eles são representados em toda a sua glória e fisicalidade, o que nos leva a imaginar como esses seres humanos que passaram pelo mundo tanto tempo atrás viam os não-humanos. 

Eu não sou especialista em arqueologia, mas o filme de Herzog me deixou a impressão que havia uma simbiose grande entre todos os animais, inclusive o humano. Havia violência? Provavelmente sim, mas uma violência pela sobrevivência e não essa violência psicopática que marca nossa relação com os não humanos na era moderna.

Havia sobretudo reverência e respeito pela sua presence, o que é demonstrado, a meu ver, na temática dos desenhos, que revelam que a imaginação desses artistas pré-históricos, era povoada por animais.

Postar um comentário