11 de mar de 2011

Saga de cão perdido pela Gol continua

Continua perdido o cão que deveria ter embarcado em Porto Alegre com destino a Vitória no Espírito Santo. Depois de aparecer na página Você é o Repórter da ANDA e de uma entrevista com a tutora Nair Flores no Blog O Grito do Bicho, a grande mídia começou a relatar o assunto e a Gol publicou uma nota.

Segundo relatos, Pinpoo foi visto correndo pelo aeroporto, o que parece indicar que ele fugiu da caixa. Daí ele poderia ter escapado para as matas ao redor. Hoje sua tutora seria levada ao aeroporto com a intenção de que sua voz o atraia. Mas ela já declarou que não acredita mais que ele esteja vivo depois de ter feito a vistoria na companhia de uma bióloga e veterinária.

O que esse episódio demonstra de uma vez por todos é que o transporte de animais por aviões não é feito de maneira correta (apesar da crescente demanda) e que as regulamentações são vagas. Algo precisa ser feito para que esse tipo de serviço seja prestado com o cuidado e respeito que ele demanda. Existe um preconceito contra animais por parte das companhias aéreas, que cobram preços absurdos por um transporte feito de forma vil. (Dona Nair pagou R$684 por Pinpoo).

Segue abaixo os emails de pessoas relevantes para o caso e escreva protestando contra o tratamento dos animais pelas mãos das empresas aéreas no Brasil:

ctyuan@golnaweb.com.br; presidencia@anac.gov.br; poafk@golnaweb.com.br; jherdina@infraero.gov.br; atendimento.fale@tam.com.br;
Postar um comentário