25 de mar de 2011

Matéria sobre protetoras em Vitória

Eu tenho muito respeito por esses/as protetores/as que trabalham na linha de frente da guerra contra os animais. Os animais abandonados nas nossas cidades e áreas rurais são refugiados que não contam com leis para os proteger. Encarar tanto sofrimento diariamente requer muita compaixão e estrutura emocional – além de disponibilidade de tempo e dinheiro, que quase sempre é escasso. Todo mundo pode ser um protetor – um animal retirado da rua é um mundo salvo. (Matéria sobre protetoras em Vitória)
Postar um comentário