16 de fev de 2011

Turbinas eólicas oferecem mais uma ameaça aos pássaros


O debate nos Estados Unidos sobre a ameaça aos pássaros pelas turbinas de geração de energia eólica reacendeu esta semana com uma nova proposta de diretrizes para a indústria tomar medidas preventivas.

Estima-se que as turbinas matam cerca de 100 mil aves por anos, tanto no caso de turbinas instaladas em terra quanto no caso daquelas instaladas no mar.

Por um lado a indústria se defende dizendo que outras estruturas criadas pelo homem, como torres, janelas de vidro e carros matam mais do que as turbinas, passando de um bilhão de animais por ano. Ela diz também que a energia suja que a energia eólica substitui mata mais animais.

Já a principal organização americana de preservação de pássaros, a American Bird Conservancy (ABC), criticou o texto proposto por se tratar de apenas recomendações. Ela diz que as outras indústrias são reguladas e que a energia eólica deve ser também. A ABC acrescentou que a indústria ao invés de tentar fazer parecer menor o dano que causa aos pássaros deveria simplesmente abraçar as medidas necessárias para proteger os animais.

No Brasil a indústria de energia eólica ainda é minúscula mas este debate deve servir de modelo para futuras considerações caso essa indústria venha a se expandir por aqui.

Com informações de Just Means

Vídeo: urubu é resgatado após colidir com uma turbina

 

Compartilhe essa postagem
Postar um comentário