13 de fev de 2011

Hidroelétrica de Belo Monte, uma tragédia animal

A veterinária Fernanda Vici nos fala sobre o resgate de animais quando do enchimento de reservatórios para a construção de hidrelétricas. Ela conta sua própria experiência em um desses empreendimentos e afirma que não há uma política de proteção da fauna nessas ocasiões, não há um planejamento para o salvamento e o encaminhamento dos espécimes recolhidos que, em sua maioria, são encaminhados para a pesquisa ou enviados para as mãos dos taxidermistas. Nesse momento em que se fala sobre a construção de Belo Monte, com a formação de um lago de 600 km2, sobre área de mata virgem e de altíssima riqueza de biodiversidade, a pergunta retorna: qual será o destino dos animais (centenas de espécies, milhares de espécimes) que habitam a área a ser alagada?



Eu reitero aqui minha opinião negativa sobre zoológicos, que são citados na entrevista como possíveis destinos para animais feridos por alagamentos de hidroelétricas.



Compartilhe essa postagem
Postar um comentário