5 de fev de 2011

Geyse Arruda explora cão para se promover

Se a musa do vestido cor de rosa Geyse Arruda quer a fama, bom pra ela. Ela sabe que tem os dias contados no sucesso efêmero dos famosos por serem famosos.

Mas ela não deveria explorar o seu cão para se promover.

Não que ela vá torturá-lo: parece que ela vai tingir seu Poodle de rosa para usá-lo como acessório durante um programa chamado Rosa-Choque que a moça irá apresentar na TV cearense.

Pintar um cão talvez não o machuque fisicamente. Mas faz um desserviço enorme aos animais domesticados porque reforça sua imagem como objetos.

De fato ela deveria desistir da idéia de contracenar com seu cão na TV. Ou melhor ainda, sumir da TV de vez. Essa estória já deu o que tinha que dar. O que começou como uma discussão neo-feminista já virou palhaçada. Até os animais estão sofrendo com isso.

Fonte: R7

Compartilhe essa postagem
Postar um comentário