10 de nov de 2010

Municipalidade libanesa chacina cães de rua

Fonte: Peta
Segundo informações do website Bikya Masr, em um bairro de Beirute a polícia matou na rua dezenas de cães abandonados. Depois da carnificina, os oficiais deixaram para trás os corpos dos animais.

“É extremamente perturbador que nosso governo tenha feito isso”, disse Lena Bashara, uma residente que vive perto da rua Hegaz, onde o crime aconteceu.

Testemunhas disseram que as mães tentaram defender seus filhotes quando a polícia entrou na área atirando. Segundo relatos, eles almejaram os filhotes especificamente.

“Um filhote que nós vacinamos e era muito simpático se escondeu atrás de sua mãe e do porteiro, mas a polícia gritou que se o porteiro não saísse eles atirariam nele também”, disse Khaled Hesham Halawa, um defensor de animais.

Quando Bikya Masr contatou a polícia, eles disseram que estavam preocupados com os corpos deixados na rua, mas não tinham problema algum com o assassinato em massa.

“São cães abandonados e não há lugar para eles nas ruas, então nós fizemos o que todo mundo faria”, eles disseram. A polícia avisou moradores da área densamente populada para não entrar em pânico se ouvissem tiros na rua.

Jason Mier, diretor executivo da ONG Animals Lebanon, disse que esse tipo de aviso para o público “leva a matança para outro nível. Essa ação é ilegal sob leis nacionais e internacionais que dizem respeito aos animais”, disse Jason.

Em toda a região, a polícia tem o costume de matar a tiros cães abandonados quando moradores começam a reclamar. O governo alega que não existem abrigos para alojar animais abandonados.

Fonte: Bikya Masr Compartilhe essa postagem
Postar um comentário