26 de jul de 2010

Adote um cavalo do CCZ de SP

 Cavalos e outros animais de grande porte soltos nas ruas podem provocar acidentes fatais. Por outro lado, animais de tração costumam sofrer incríveis abusos e maus-tratos por conta da ignorância ou maldade de seus donos. No município de São Paulo existe uma lei que determina o recolhimento desses animais pelo CCZ - Centro de Controle de Zoonoses.

No caso de cavalo solto basta notificar o CCZ, que este enviará caminhão de transportes para recolher o animal. Em caso de maus-tratos é necessário que alguém denuncie, que tome as providências policiais e/ou judiciais cabíveis e depois chame o CCZ.

Os animais apanhados pelo CCZ lá permanecem por cinco dias úteis, aguardando um possível resgate, através de pagamento de multa. Vencido este prazo, são doados a uma Instituição protetora de animais (quem vem se responsabilizando por isso é o Quintal de São Francisco). Através de uma voluntária, os animais serão tratados e depois repassados para pessoas que tenham propriedades rurais (sítios, chácaras ou fazendas fora da área urbana do município), que assinem um termo de compromisso se responsabilizando pelo seu bem-estar. Uma espécie de " fiéis depositários"...

Assinale-se que esse trabalho vem sendo desenvolvido desde 1995, com o advento da Lei municipal 11.887 (21-09-95), a qual impede o tráfego de animais na zona urbana do município de São Paulo. Ocorre que os animais, quase sempre cavalos, chegam às dependências da Prefeitura em péssimo estado: desnutridos, infestados de parasitas, doentes, feridos, exauridos...às vezes até mutilados! Fatos que todos nós, protetores e ambientalistas, tão bem conhecemos! Nessas situações, os cavalos irão precisar de trato, assistência médico-veterinária, alimentação. Serão, então, encaminhados a pessoas previamente selecionadas, que preencham os quesitos necessários para cuidar do animal.

SEJA O GUARDIÃO DE UM CAVALO!

Aguardamos GUARDIÕES RESPONSÁVEIS, que tenham um espaço rural e que possam receber um ou mais cavalos. Quero ressaltar que este trabalho constitui uma atividade dinâmica, constante, no CCZ. Não tem fim; embarcam-se cavalos, outros estão chegando... Quando o animal é bonito, muita gente quer; os mais feinhos, defeituosos, ficam sobrando, é triste se lembrarmos que as baias são poucas, o espaço é pequeno e que as dificuldades na manutenção dos animais são muitas. Mais: existem os chamados " amadrinhados", dupla de cavalos (às vezes mais que uma dupla, pode ser mãe e filho) que vieram de uma mesma origem, têm vínculos, uma relação de dependência onde um não vive sem o outro. Nós, protetores, temos sensibilidade para saber que não podemos separá-los, quem levar um vai ter que levar o outro também, mas isso nem sempre acontece, precisamos segurar a situação!

Para adotar
Fones: (11) 9299-3053 / 9617-1853

APOIE AS CAMPANHAS SENTIENS PELOS ANIMAIS
Criação da 1ª Promotoria de Defesa Animal
http://www.sentiens.net/promotoria-de-defesa-animal/peticao
Contra a liberação dos maus-tratos aos animais
http://www.sentiens.net/liberacao-maus-tratos/peticoes




Postar um comentário