13 de mai de 2010

"Conselho de Ministros da UE restringe testes em animais"

Infelizmente a manchete cria uma impressão de boa notícia onde não existe nada para celebrar. As coisas vão continuar na mesma porque os comitês que regulam essa indústria trabalham a favor do “pesquisador” e não dos animais e do interesse público. A única saída é a proibição geral desses testes cruéis.



Compartilhe essa postagem
Postar um comentário