21 de abr de 2010

Governo Lula ataca a fauna, a flora e os índios com uma tacada só

Protesto contra Belo Monte

Foi muito triste ver o governo truculento de Lula realizar o leilão da hidrelétrica Belo Monte, apesar dos protestos de ambientalistas que avisam que a construção será uma tragédia ambiental, humana e não-humana. E a ironia do destino foi que o leilão aconteceu dois dias antes do Dia da Terra, que é comemorado amanhã. Tudo isso para que algumas empresas possam fazer bilhões com o dinheiro público.

Para a fauna local será um desastre. Para os índios, a continuação do holocausto iniciado com a invasão dos portugueses em 1500. Para a Amazônia, uma facada em seu coração, já que a região é uma das mais preservadas.

Além disso, os ambientalistas engajados na luta contra Belo Monte dizem que a energia gerada irá para mineradoras e não para a população. Lula está empenhadíssimo nesse projeto insano, inclusive disposto a quebrar a lei ("Lula disse que “ele fará Belo Monte na lei ou na marra”, diz o Greenpeace em seu blog.).

Que bela maneira de comemorar o Dia da Terra! Dilma deve estar exultante, já que ela odeia a natureza e a vê como um obstáculo para o domínio humano (quem não lembra do seu ato falho em Copenhagen?). Eu quero ver o dia que ela e Lula tiverem que comer energia elétrica para viver. Eles vão ficar chocados.




Compartilhe essa postagem

Postar um comentário