16 de mar de 2010

Loja que dá vacas de brinde é alvo de inquérito

A Promotoria de Justiça do Meio Ambiente de São José dos Campos, por iniciativa dos promotores Laerte Fernando Levai e Celso Augusto Werneck de Rezende, instaurou inquérito civil para apurar a responsabilidade da agência de veículos “Charlão Negócios”, que vem promovendo conduta ofensiva aos direitos dos animais, ao anunciar publicamente a doação uma vaca a cada freguês adquirente de um automóvel.

Referido inquérito, de número 14.0719.0000041/10, tem como objeto infração às normas de proteção animal previstas no artigo 225 par. 1º, inciso VII da Constituição Federal, no artigo 32 da Lei 9.605/98 e no Decreto 24.645/34.

Esse tipo de propaganda antipedagógica – avalia Laerte Levai – atenta contra o princípio da precaução, submetendo as vacas (oferecidas como brinde) a riscos de maus-tratos e abate cruel, além de violar a norma ética correlata ao valor inerente dos animais. Espera-se que a partir de agora o proprietário da loja suspenda a promoção imoral, caso contrário ele poderá responder a uma ação civil pública.
Maiores informações podem ser obtidas na 4ª Promotoria de São José dos Campos ou, então, pelo e-mail institucional do promotor Laerte Levai: laertelevai@mp.sp.gov.br

Fonte: Sentiens

Veja a reportagem (e segure o estômago para não vomitar com a falta de escrúpulo das pessoas que aparecem na matéria)



Compartilhe essa postagem

Postar um comentário