3 de fev de 2010

Partido verde da Nova Zelândia quer que legislação anti-crueldade cubra animais presos em fazendas

Em meio a uma discussão sobre um projeto de lei que prevê penas mais severas em casos de crueldade contra animais, o Partido Verde da Nova Zelândia disse que gostaria que qualquer aumento em penalidades não ficasse restrito aos animais ditos domésticos.

“Nós precisamos que a legislação cubra todas as formas de abuso, inclusive abuso institucionalizado”, disse a parlamentar verde Sue Kedgley. “Os fazendeiros também devem ser punidos em casos individuais de crueldade”, ela disse.

Kedgley disse que era necessário se mudar o modo como as pessoas pensam sobre animais. “Nós queremos que as penas de crueldade contra animais incluam reabilitação e educação, de modo a mudar as atitudes em relação aos animais.” Ele disse em rede de televisão que se as sentenças aumentarem, a sociedade receberá uma mensagem forte.

“Você vê casos horríveis na mídia, pessoas cortando a cabeça de gatos e comportamento barbárico desse tipo. Apenas 1 por cento das pessoas que cometeram atos cruéis contra animais foram condenadas e apenas 3 por cento foram para a prisão. Se esse projeto de lei passar, o governo e o parlamento estarão mandando uma mensagem para que o judiciário leve esse assunto mais a sério”.

Outros partidos apóiam o projeto de lei e o líder do partido Labour, Phil Goff, disse que seu partido apoiaria o projeto até o estágio de comitê. Existe uma ligação entre crueldade contra animais e violência contra pessoas, ele disse.

Fonte: Guide2.co.nz



Compartilhe essa postagem

Postar um comentário