4 de fev de 2010

Grupo de defesa animal discriminado por organização gay na Austrália

A Animal Liberation of New South Wales, uma das principais organizações de direitos animais na Austrália, disse que a organização da parada do Mardi Gras em Sidney, uma mega evento gay que acontece em fevereiro e atrai turistas do mundo inteiro, rejeitou seu pedido de ter um ‘float’ (um caminhão de desfile) durante o evento.

A organização do Mardi Gras disse que o grupo de defesa animal não é “gay suficiente” para participar do evento, embora a maioria dos ativistas pelos animais do grupo em questão sejam gays. Além disso, a rede internacional de móveis semi-descartáveis Ikea terá seu próprio float.

“Nós nos sentimos marginalizados e discriminados, e isso é muito preocupante, principalmente porque vem do Mardi Gras, cujo objetivo é lutar contra a discriminação”, disse Lynda Stoner, gerente de comunicações do grupo.

Comentário: esse gesto preconceituoso do Mardi Gras ilustra o quão comercial os eventos gays de calendário se tornaram. Na verdade, esses eventos se tornaram outdoors para empresas que buscam lucrar com o público gay e vendem um estilo de vida estereotipado e vazio de qualquer conteúdo político.

Fonte: Advocate.com



Compartilhe essa postagem

Postar um comentário