29 de dez de 2009

Casal luta na justiça por cão assassinado

Shadow (Arquivo pessoal)

Denis e Sarah Scheele, de Annapolis em Vermont nos Estados Unidos, estão lutando na justiça para que se aumente a punição da homem que matou um de seus cães adotados, Shadow. Denis e Sarah são dedicados protetores de animais e têm a guarda de cinco cães que haviam sido abandonados.

O cerne da argumentação do advogado é que um animal não pode ser considerado mera propriedade que pode ser substituída por outra.

Eles são membros da família, ele disse. Portanto, o estresse emocional da perda é irreparável. Shadow foi morto por Lewis Dustin que atirou nele usando um rifle de balas de ar quando ele entrou no seu quintal por acidente. Dustin afirma que não era sua intenção matar mas apenas assustar o cão. A acusação diz que Dustin agiu com malícia. Ele se confessou culpado de crime de crueldade contra um animal e recebeu uma probação de um ano. Ele teve que pagar $4.000 para o casal por suas perdas materiais e fazer 100 horas de serviço comunitário.

O caso está previsto para ser resolvido na primavera de 2010 (outono no Brasil).

Fonte: ABC News

Postar um comentário