30 de dez de 2009

Abaixo assinado pela cadela estuprada em Ribeirão Pires

Um homem de 40 anos que cumpre pena em regime aberto por ser condenado em crimes de roubo, porte ilegal de arma de fogo e de drogas é suspeito de torturar e estuprar animais de rua no Jardim Iramaia, onde vive, em Ribeirão Pires (SP).

Com inúmeras marcas no corpo, uma cadela de nome Vida está internada em estado grave desde o último dia 16 em uma clínica veterinária da cidade. Ela sofreu ainda traumatismo craniano e lesões no órgão genital.

Segundo depoimentos de vizinhos do acusado à polícia, ele fabricava uma espécie de porrete em madeira, com pregos cravados, para bater nos animais. Policiais que atenderam à ocorrência souberam que outras duas cadelas teriam morrido devido às torturas e abusos do suspeito.

O acusado assinou termo circunstanciado por maus-tratos no Distrito de Ribeirão Pires e foi liberado, pois a lei que enquadra esse tipo de infração prevê apenas penas alternativas.

Segundo a polícia, o Ministério Público abriu inquérito para investigar o caso e aguarda exames clínicos e o laudo dos ferimentos causados no animal que está internado. Fora tamanha crueldade, o homem é suspeito de ter ameaçado uma vizinha.

A cadela Vida está internada em uma clínica veterinária particular da cidade. Os custos da internação e do tratamento estão sendo pagos por voluntários.

Por favor, adicione seu nome a esse abaixo assinado:





Compartilhe essa postagem
Postar um comentário